domingo, 20 de dezembro de 2009

Walk Awhile in My Shoes – Ande um pouco com os meus sapatos – parte 11

De ambos os lados, temos a tendência de julgar os outros sem conhecer todos os pormenores envolvidos em seus atos. Será que estamos sendo justos?

“Sendo objetivo, consistente e justo”…

… NA VISÃO DO GERENTE
Às vezes, sou acusado de ser reservado, me manter distante, difícil de me dar a conhecer. Bem, eu admito… algumas vezes sou culpado desta acusações. Mas, antes que você vá logo assumindo que eu sou um elitista ou um antipático arrogante, gostaria que você considerasse as razões pelas quais, frequentemente, mantenho distância entre nós: É difícil ser supervisos dos amigos. Se, em alguma momento voce for colocado em uma posição de liderança, voce saberá exatamente o que estou falando.
Chefes”, inevitavelmente, devem fazer coisas que não se misturam muito bem com amizade. Seja quando estamos resolvendo problemas de trabalho, fazendo avaliação de desempenho ou mesmo dando algum tipo de reconhecimento, é dificil ser objetivo e justo lidando com amigos. Quanto mais desagradável a tarefa, maior é a possibilidade que eu tenha que escolher entre fazer meu trabalho e manter a amizade.  É um fardo pesado para qualquer um carregar. Fazer a escolha certa, não é tão fácil quanto possa parecer.
Igualmente difícil é ir ao encontro das expectativas de que eu seja “consistente” e “justo” nas minhas questões com você. Voce espera ambas as coisas, e meu chefe também. Ai existe um dilema. Consistencia significa, basicamente, tratar todos da mesma maneira enquanto Justiça significa tratar todos da forma como eles merecem ser tratados, baseado nas particularidades de cada um. Então, na medida que algumas situações que tenho que lidar, são extremamente parecidas, se eu for 100% consistente com todos serei, inevitavelmente, injusto com alguém. E se for 100% justo com todos, não serei consistente com ninguém; Acabo tratando as pessoas diferentemente. Não importa o caminho que eu tome, alguém vai se chatear. O melhor que posso fazer é, simplesmente, fazer o melhor que posso e, de alguma forma, tentar manter o balanço entre os dois pontos. Eu trabalho nisso todos os dias. Bem vindo ao meu mundo!
Quer saber quão mais fácil é dizer “objetivo, consistente e justo” do que realmente ser?
ANDE UM POUCO COM OS MEUS SAPATOS

Baseado no livro Walk Awhile in my Shoes, traduzido e adaptado com permissão exclusiva da Performance Systems Corporation para a Bahia Consult

Nenhum comentário:

Postar um comentário