domingo, 10 de janeiro de 2010

Walk Awhile in My Shoes – Ande um pouco com meus sapatos – parte 14

Todos temos problemas pessoais e, para nós, são os mais importantes do mundo. Será que não deveríamos considerar que outros também têm?

“Sobre Problemas Pessoais...”

... NA VISÃO DO GERENTE

A maioria das coisas na vida são mais fáceis de pensar e dizer do que fazer. É o caso da crença comum de que de que “os problemas pessoais devem ser deixados e casa e não levados ao trabalho.” Eu sei que às vezes é difícil para você agir assim. Só não estou certo de que você saiba que é difícil para mim também.

Quando você vem para o trabalho trazendo o excesso de bagagem da família, questões de relacionamento ou, talvez, problemas de saúde ou financeiros, provavelmente espera um pouco de sensibilidade e consideração de minha parte – especialmente se você conquistou esta consideração normalmente, através de um bom e sólido desempenho. Você está certo em esperar isto. E eu tentarei ser o mais sensível que puder, à medida que estes problemas não se tornem ocorrências diárias. Mas o real desafio para mim é demonstrar preocupação com você quando estou mergulhado nos mesmos problemas e fazendo o melhor que posso para não deixar que isto afete o meu trabalho.

Veja, problemas pessoais não vão embora quando você assume o cargo de gerente. De fato, é justamente o oposto. Você acaba tendo mais coisas com que se preocupar, mais coisas que potencialmente deixarão você “para baixo”. E saber que ninguém me forçou a assumir este trabalho, não minimiza minhas preocupações em nada.

O que você acha de mostrar um pouco de sensibilidade para comigo? Quando se trata de problemas pessoais, meus sapatos pesam 1 tonelada. Tente....

ANDAR UM POUCO COM OS MEUS SAPATOS.

Baseado no livro Walk Awhile in my Shoes, traduzido e adaptado com permissão exclusiva da Performance Systems Corporation para a Bahia Consult.

Nenhum comentário:

Postar um comentário