domingo, 26 de agosto de 2012

Os 20 hábitos que os Executivos devem abandonar - Hábito 16

Baseado no livro de Marshall Goldsmith What got you here won’t get you there (traduzido como Reinventando o seu próprio sucesso).

“Gastamos muito tempo ensinando líderes o que fazer. Não gastamos tempo suficiente ensinando líderes o que parar de fazer” – Peter Drucker.

“Recusar a demonstrar arrependimento”

Muitas pessoas pensam que pedir desculpas é um ato de fraqueza, principalmente aquelas que querem ganhar sempre.

Talvez achem doloroso admitir que estivessem erradas, talvez achem humilhante buscar o “perdão”, ou pensam que o ato de pedir desculpas as esteja forçando a ceder poder ou controle.

Quaisquer que sejam as razões, o simples fato de não pedir desculpas, tanto no ambiente de trabalho quanto em casa, causa tanto dano quanto qualquer outra falha pessoal.

Vamos pensar por um momento: como nos sentimos quando alguém faz algo errado e não nos pede desculpas? Quando pedimos desculpas, não estamos perdendo poder, nos humilhando ou demonstrando fraqueza: é justamente o contrário.

Ao pedir desculpas, você manda a seguinte mensagem: “Eu não posso mudar o passado, o que posso fazer é pedir desculpas pelo meu erro e me esforçar ao máximo para melhorar”. Pode até fazer mais, pedir ajuda sobre como pode melhorar.

Quando você demonstra arrependimento e declara sua dependência a outros, eles normalmente concordam em ajudá-lo. Lembre-se, ninguém é excelente em tudo.

Que tal começarmos a pedir desculpas quando estivermos errados?

Boa reflexão!

2 comentários:

  1. Pois é Humberto...
    De fato, pedir desculpas, reconhecer nosso erro, já nos torna melhor do que àqueles que preferem parecer infalíveis.
    É preciso se fazer a seguinte pergunta: "Você deseja ter 'razão' ou cumprir seu propósito da melhor maneira possível?".
    Quando optamos pela segunda opções, nos tornamos mais responsáveis por erros e acertos, pois nosso desejo é o de chegar ao melhor resultado!

    Com apreço,
    Rafa Giuliano

    ResponderExcluir
  2. Rafael,
    Se tivermos a humildade de admitir quando erramos e, pedir desculpas, com humildade, já é meio caminho andado para cumprir um belo propósito de vida.
    Abraços

    ResponderExcluir